Home > Escolas de Samba > Águia de Ouro > Águia define por junção de sambas finalistas

Águia define por junção de sambas finalistas

O próximo domingo (30) seria de decisão na Águia de Ouro, já que a escola da Pompeia realizaria a grande final do concurso que escolheria o samba-enredo da escola para 2019. 

Porém tudo mudou em uma reunião da diretoria da escola que aconteceu na noite de terça (25), pois ficou decidido que haverá uma junção entre as quatro obras finalistas. A entidade divulgou em suas redes sociais um comunicado explicando a decisão.

“Em reunião realizada nesta terça-feira, 25/09, com a presença de diretores, harmonias e demais setores da escola, decidimos em consenso que a escola vai aproveitar o que cada um dos sambas finalistas tem de melhor. Somando todas as opiniões, decidimos fazer uma grande obra para o carnaval 2019”, diz trecho da nota!

OUÇA OS SAMBAS NA VERSÃO CONCORRENTE

Apesar da decisão parecer inusitada, isso já aconteceu algumas vezes na história do carnaval. Em São Paulo, a mais recente junção de mais de dois sambas aconteceu na Leandro de Itaquera, no carnaval 2010, que juntou os três sambas finalistas para a criação do samba-enredo. O criador da junção de sambas  no carnaval é o atual diretor de carnaval da Águia, Laíla, responsável por grandes junções no carnaval carioca.

Em 1993, por exemplo, a Grande Rio tinha como enredo O Mundo da Lua e na época, Laíla era o diretor de carnaval da entidade, e juntamente com a diretoria, decidiu juntar três sambas. Em um primeiro momento, a decisão foi muito criticada no mundo do samba, mas a junção resultou em um excelente samba, que entrou para a história da entidade de Duque de Caixas (relembre abaixo).

Em 2019, a Águia de Ouro abrirá a segunda noite de desfiles do grupo Especial com o enredo Brasil, eu quero falar de você! Que país é esse! O samba da escola deverá ser apresentado oficialmente nos próximos dias e será assinado por 33 compositores: Márcio Filhos do Águia, Nando, Filosofia, Babu, Leandro B., Lula, Tuca, Jacopetti, Dico, Diley Machado, Fernandinho SP, Léo, Paulo Eduardo, R. Centenaro, R. Campos, Portela, Ivanzinho, Jairo Rodrigo Rocha, Carioca, José Sales, Zanza Simião, Silva Oliveira, Fernando S., Waltinho, Rafael Prates, Russo, Amós TK, Silas, Rafa Malva, Zé Paulo, Maracá, Souza e Wagner.

Botequim da SASP