Home > Carnavais > Carro de som e bateria são os destaques do segundo ensaio técnico da Unidos do Peruche!

Carro de som e bateria são os destaques do segundo ensaio técnico da Unidos do Peruche!

Levando ao Sambódromo do Anhembi em 2017 o enredo que homenageia a capital da Bahia, Salvador, a Unidos do Peruche realizou o seu segundo ensaio técnico pontualmente, Os componentes da agremiação que foi a primeira escola a ensaiar nesta noite de sábado, cantaram o samba composto por D’Xangô, Douglas Chocolate, Leo Reis, Juliano, Celsinho Mody, Guga Pacheco, Tio Do, Paulinho Sorriso e Marcio Zanato embalados pela bateria comandada por Mestre Cal, que empolgou o público presente nas arquibancadas.

Assim como no primeiro ensaio técnico a comissão de frente da escola, apresentou sua coreografia usando de apoio um elemento alegórico que significará o caldeirão de raças, crenças e culturas citados no enredo, que está sendo desenvolvido pelos carnavalescos Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gall A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria.

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Peruche, Thais Paraguassu e Fabiano Dourado, vieram representando a índia Paraguassu e o Peruchinho, respectivamente. Lutando bravamente com o forte vento, o casal apresentou sua coreografia nas quatro torres de julgamentos distribuídas na avenida.

O canto da escola foi mais intenso e constante no primeiro ensaio técnico que foi realizado no dia 21, apesar desse detalhe, os componentes das alas cantaram o samba de 2017, principalmente do meio da escola para o final. Toninho Penteado e sua ala musical são um dos destaques do ensaio da Filial do Samba assim como a bateria Rolo Compressor, de mestre Call. Toninho esteve na cabine de transmissão da Sintonia SASP e avaliou o desempenho da escola.

“Fizemos um bom ensaio e estamos felizes com o resultado, já que nossa escola vem em um crescimento desde o ano que ganhamos o grupo de Acesso, em 2015. A escola está se organizando, estamos escolhendo bons temas e isso rende bons sambas. Tivemos a felicidade de cantar o samba do Karabá, depois o grande samba homenageando os centenário do próprio samba e por fim esse samba de 2017, que caiu nas graças da comunidade e também o público do samba. Creio que faremos um grande desfile, estamos trabalhando muito para isso”, disse o cantor.

Veja as fotos do ensaio da escola: (Créditos: Igor Cantanhede e Armando Bruck/SASP)

Botequim da SASP