Home > Escolas de Samba > Camisa Verde e Branco > Comissão de Frente emociona o público no segundo ensaio da Camisa Verde e Branco no Anhembi

Comissão de Frente emociona o público no segundo ensaio da Camisa Verde e Branco no Anhembi

Após os ensaios da Unidos do Peruche e da Mocidade Alegre,  foi a vez da Mocidade Camisa Verde e Branco, uma das mais tradicionais agremiações do carnaval paulistano, entrar na pista do sambódromo do Anhembi, debaixo de muita chuva, para realizar seu segundo ensaio técnico da temporada 2017. A água e nem o frio desanimaram os componentes do Trevo da Barra Fundo, que mesmo em menor número do que no primeiro ensaio, treinaram com muita alegria e descontração, aquecidos pelo ritmo da bateria Furiosa, de mestre Neninho,

Logo na cabeça da escola, a comissão de frente coordenada por Edgar Júnior, na escola desde 2012, emocionou o público durante toda a sua apresentação, trazendo a coreografia oficial do desfile. A dança representa o sofrimento que os marinheiros passavam na Marinha do Brasil, no início da década de 1910. Isso culminou em uma rebelião conhecida como Revolta da Chibata, liderada por João Cândido Felisberto, personagem homenageado pelo Camisa no carnaval 2017, com a reedição do enredo A Revolta da Chibata. Sonho, coragem e bravura. Minha história: João Cândido, um sonho de liberdade, que originalmente a escola desfilou em 2003.

Outro destaque da escola ficou por conta da ala musical comandada pelo jovem intérprete Thiago Britto, que a menos de dois meses foi oficialmente apresentado na escola. O cantor carioca mostrou muita firmeza na condução do samba da escola, animando os componentes e interagindo com público.  Já a bateria da escola mais uma vez mostrou porque seu apelido é Furiosa, com um ritmo forte, contagiante e diversas bossas.  O que chama atenção na Furiosa é a equalização dos instrumentos, dando a oportunidade de se ouvir todos os naipes independente do lado que você está dos ritmistas. Veja abaixo um trecho da apresentação da Furiosa.

Os quesitos harmonia e evolução passaram bem, cantando o samba-enredo e não apresentando grandes espaçamentos entre as alas. O primeiro casal de mestre-sala e porta bandeira, Paulo Sales e Sandra Jesus, tiveram um bom desempenho no treino, mesmo com a pista muito escorregadia por conta da chuva.

A escola da Barra Funda ainda tem mais um ensaio técnico, que será realizado em 11 de fevereiro. Já o desfile oficial acontece em 26 de fevereiro e a entidade será a terceira escola a entrar no sambódromo no desfile do grupo de Acesso. Confira em instantes as fotos do segundo ensaio da Camisa Verde e Branco captadas pela equipe SASP: (Crédito: Armando Bruck/ SASP)

Botequim da SASP