Home > Carnavais > Comissão de frente impressiona no desfile oficial da Leandro de Itaquera!

Comissão de frente impressiona no desfile oficial da Leandro de Itaquera!

Reeditando o carnaval de 1998, a Leandro de Itaquera foi a segunda agremiação a passar pelo Sambódromo do Anhembi neste domingo de carnaval para a apresentação do Grupo de Acesso. Rodrigo Cadete foi o carnavalesco responsável pela adaptação do carnaval Babalotim – A História dos Afoxés feito por Pedro Pinotti e Rose Pinotti quando apresentado pela primeira vez no ano em que a Leandro desfilou pela primeira vez no Grupo Especial do carnaval de São Paulo.

A comissão de frente chamou a atenção do público presente nas arquibancadas com uma fantasia rica em detalhes que representava “Exu, o grande elo entre o sagrado e o terreno, o Senhor da comunicação – onde todos os caminhos de encontram”, os personagens centrais representavam Exu que são responsáveis pela harmonia do carnaval da escola.

A evolução apresentada pela escola foi completamente contraditória, a escola ao passar do recuo acelerou o passo consideravelmente, o efeito sanfona foi visto diversas vezes, o espaçamento entre as fileiras das alas foi nítido, aos quarenta minutos de desfile a bateria da escola já estava na penúltima arquibancada, tendo que evoluir desta vez mais lentamente para que a escola não terminasse seu desfile antes dos cinquenta minutos (tempo mínimo que uma agremiação deve permanecer na pista, segundo o regulamento).

Comissão de Frente

Com seus personagens principais representando Exu, a comissão de frente da escola chamou a atenção do público com fantasias ricas em detalhes e com uma coreografia expressiva de seus integrantes. Composta por dois tipos de fantasia, simbolizando em suas indumentárias, dança e gestos do orixá. A coreografia expressiva dos integrantes foi um dos motivos que prendeu a atenção do público que assistia.

Casal de mestre-sala e porta-bandeira

Sara Araújo recebeu o primeiro pavilhão da agremiação neste carnaval, Karin Darling, filha do presidente Leandro foi porta-bandeira oficial por vinte oito anos, e neste carnaval assumiu a vice-presidência da escola. Dançando ao lado de Diego Motta, Sara representando Oxum e ele a conduziu como um grande sacerdote a seu culto engrandecendo a nobreza de Oxum.

Harmonia e Evolução

Samba mais aclamado pela comunidade de Itaquera e originalmente apresentado em 1989, Eliana de Lima foi à intérprete responsável por eternizar o hino Babalotim, nesta noite Daniel Collete estava à frente do carro de som da agremiação. A emoção dos componentes que desfilaram no ano de 1989 (velha guarda, por exemplo) era evidente, reeditar o samba mais aclamado de uma agremiação sempre causa emoção na comunidade.

A evolução da escola foi problemática, a velocidade dos componentes e carros da escola foi desregular, hora aceleravam muito, hora paravam completamente. O quesito evolução para a Leandro de Itaquera será um dos mais francos que a escola possui para brigar pelo título para retornar ao Grupo Especial.

Alegorias e Fantasias

As alegorias da Leandro estavam com um bom acabamento, o que facilitou a leitura do enredo que contou a história dos afoxés. Os personagens principais do enredo (orixás) eram facilmente identificados por entre as alas e nos elementos alegóricos apresentados. As fantasias que a escola apresentou mostrou a criatividade do carnavalesco e da sua equipe de confecção para utilizar materiais de custo mais baixo e tiveram um resultado visual bonito o que facilitou a leitura do enredo.

Samba e Bateria

O samba composto por Clarice, Thiago Lee, Grupo Relíquia e Sandrinha teve um bom desempenho neste segundo desfile, o intérprete da escola Daniel Collete fez sua estreia na agremiação neste carnaval já cantando um samba que é imbatível para a comunidade da Leandro de Itaquera. A bateria comandada por Mestre Pelé acompanhou a levada do samba Babalotim, o entrosamento do carro de som e da batucada da Leandro foi um dos pontos positivos do desfile da agremiação.

Enredo

Babalotim – A História dos Afoxés marcou a estreia da Leandro no Grupo Especial do carnaval de São Paulo no ano de 1989, contando essa história dos Afoxés que representam um dos poucos traços da resistência da cultura afro iniciada no berço da humanidade, a escola traz a sua história atual, um toque de saudosismo e orgulho da sua própria história.

 

Botequim da SASP