Home > #HarmoniaEvolução > “Desistir não é o meu perfil” conheça a harmonia do Águia de Ouro

“Desistir não é o meu perfil” conheça a harmonia do Águia de Ouro

Foto: Assessoria da escola

Com um dicionário próprio, o Águia de Ouro excluiu a palavra “desistir” do seu planejamento e mostrou que enfrentar os obstáculos é sempre a melhor saída. O diretor de harmonia, Alan Peitl (38), conversou com a equipe da SASP e explicou que a dedicação que envolve o cargo é grande, mas no final sempre vale a pena.

Alan Peitl

Carregando 24 carnavais pela Águia de Ouro, Alan explicou que a fórmula que não pode faltar na harmonia e na evolução de uma escola é objetiva e envolve fatores simples. “Amor à sua escola, alegria, espontaneidade, comprometimento e muita vontade de ganhar o carnaval”.

A direção de harmonia de uma escola de samba é um dos setores mais ativos durante o ano todo. O departamento é um dos pilares responsáveis pelo sucesso de um desfile ou o fracasso do mesmo. Alan comentou que existem dificuldades em exercer o seu cargo. “Este cargo exige muita dedicação à escola, conciliar a família, vida pessoal, trabalho e as atividades da escola não é tão fácil”.

Em 2009, Alan recebeu o convite de dois amigos para iniciar na harmonia da agremiação. “Em 2011 recebi o convite para participar da comissão de diretores da escola, cargo que ocupo até hoje.” Explicou o diretor.

O episódio mais emocionante que Alan já vivenciou é recente e foi em um pré-desfile da agremiação. “No carnaval de 2019 estávamos preparando a saída da escola para um grande desfile de superação e uma chuva torrencial nos segurou.” Com o horário ficando cada vez mais próximo e com os entraves que a chuva causou na cidade, o diretor comentou que mesmo com os obstáculos tudo deu certo no final. “Cheguei a pensar que não conseguiríamos. O trabalho de um ano todo e uma escola incrível, mas como desistir não é o meu perfil, comecei a percorrer a montagem, alas prontas, a pista secou e a arquibancada incandescida cantando com a escola. Que desfile!”

Questionado sobre o Manual do Julgador, Alan acredita que poderiam ocorrer mudanças “Acho que a forma como se julga a intensidade do canto. Vejo muitas escolas com nota máxima, mas passa muda!” comentou o diretor.

O Águia de Ouro é a quinta agremiação do sábado (22) com o enredo “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”

SÉRIE HARMONIA E EVOLUÇÃO 

ACADÊMICOS DO TATUAPÉ 

Botequim da SASP