Home > Carnavais > Carnaval 2018 > Parceira de Armênio Poesia vence a grande final de samba da Dragões da Real

Parceira de Armênio Poesia vence a grande final de samba da Dragões da Real

A noite do último sábado foi muito especial para o carnaval de São Paulo, já que a atual vice-campeã do carnaval 2017, a Dragões da Real, realizou sua grande decisão para a escolha do samba-enredo que a entidade cantará no Anhembi em 2018, ano em que levará a história da música caipira com o enredo  Minha Música, Minha Raiz. Abram a Porteira Para Essa Gente Caipira e Feliz.

OUÇA O SAMBA CAMPEÃO

Com um clima de final de copa do mundo, as duas parcerias finalistas produziram uma grande festa para suas apresentações. Quem primeiro subiu ao palco foi a parceria do samba 10, formada por Thiago SP, Turko, Tigrão, Maradona, Rodrigo Atração, Rafa do Cavaco, Marcelão da Ilha, Ricardo Mandu, Biju Pais e Fabio Marcelo, que levaram uma numerosa torcida, que cantaram e vibraram durante toda a apresentação do samba cantando por Carlos Júnior.

Em seguida foi a vez do samba 1, da parceria de Armenio Poesia, Xandinho Nocera, Léo Do Cavaco, Ronaldo Maransaldi, Renne Campos, Paulo Senna, Alemão Do Pandeiro, Fabio Brazza, Cg e Wagner Rodrigues fazerem uma apresentação avassaladora, comandada pelos intérpretes Nego, Darlan e Thiago Britto. Com um contigente maior de torcedores, em relação ao primeiro samba, a apresentação levantou a quadra da Dragões, principalmente no momento das duas passagens da obra somente com o canto da torcida.

Antes do anúncio do samba vencedor, o presidente da Dragões, Renato Remondini, o Tomate, falou sobre essa grande final promovida pela entidade. “Estamos muito felizes com a qualidade das obras finalistas, isso mostra o crescimento da nossa entidade, pois estamos fazendo uma das maiores finais de disputa de samba dos últimos anos. Agradeço aos compositores, mas infelizmente somente uma obra poderemos levar para a avenida”, explicou.

Por fim a diretoria da escola subiu ao palco e o intérprete oficial da Dragões, Rene Sobral, deu o grito de guerra e cantou os versos do samba 1 “Eu sou caipira, pira pora, sim senhor…“, anunciando o samba campeão. A quadra, ainda lotada, comemorou a vitória do samba da parceria de Armênio Poesia e cantou junto com Rene o hino da entidade para o carnaval 2018.

“Não dá para descrever a felicidade que estamos sentido com essa vitória na Dragões da Real. Tivemos uma das maiores finais da história do carnaval de São Paulo, parabenizo também aos amigos da parceria do samba 10 pelo excelente trabalho, e por fim, agradeço todo mundo que apoio o samba 1 nessas últimas semanas, esse foi o nosso principal combustível para buscar essa vitória. Obrigado comunidade da Dragões da Real e toda diretoria da escola, é um prazer ter mais uma vez o nome marcado na história dessa entidade”, comentou Xandinho Nocera, um dos compositores do samba campeão.

Botequim da SASP