Home > Carnavais > Rosas de Ouro mostra a força de sua comunidade com ensaio contagiante 

Rosas de Ouro mostra a força de sua comunidade com ensaio contagiante 

Fechando a noite de ensaios técnicos de sábado, dia 11 de Fevereiro, a Sociedade Rosas de Ouro demonstrou forte evolução em comparação aos últimos treinos. O clima já era cativante nas poucas, e diretas, palavras do carnavalesco carioca, André Machado, que afirmou: “Nós da Rosas de Ouro estamos mordidos, quem não acredita no nosso desfile irá se surpreender. Eu senti o aroma da Roseira e me apaixonei”. André faz seu carnaval de estréia na agremiação, com o enredo: Convivium! Sente-se à Mesa e Saboreie!

A comissão de frente, comandada pela Oyama Queiroz, prestou uma homenagem para as escolas dos grupos Especial e de Acesso, com cada integrante da ala vestindo uma camiseta de cada agremiação do Especial, e nos degraus estava o nome das agremiações do Acesso, impulsionada pela frase “Somos irmãos em comunhão”. Ainda no quesito dança, o casal de mestre-sala e porta-bandeira, Marquinhos e Isabel, continua encantando com a graciosidade do entrosado bailado.

O intérprete Royce do Cavaco exalava confiança, em determinadas partes do samba parava para deixar a comunidade cantar. A ala musical da Rosas de Ouro é muito competente, os apoios vocais e time de corda trabalham em cima da melodia, valorizando a obra dos compositores: Aquiles da Vila, Guiga Oliveira, Fabiano Sorriso, JC Castilho, Marcus Boldrini, Salgado Luz, Rapha SP e Vaguinho. O Mestre Rafa, comandante da Bateria com Identidade, realizou duas bossas, geralmente feitas em seguida, e não deixou o nível da batucada cair.

A evolução do canto foi um ponto muito alto da entidade, assim como a organização entre alas. O espaçamento durante o trajeto era quase imperceptível, ensaio de uma escola bastante compacta. A presença de alas coreografadas é sempre presentes nos desfiles da agremiação da zona norte, e o primeiro setor terá muitas coreografias, até mesmo nos guardiões do primeiro casal.

A Rosas de Ouro será a última escola a desfilar na noite de sexta-feira, dia 24 de fevereiro, no sambódromo do Anhembi.

Botequim da SASP