Home > Carnavais > Carnaval 2017 > Terceiro Milênio faz grande ensaio no Anhembi embalados pela bateria Pegada da Coruja

Terceiro Milênio faz grande ensaio no Anhembi embalados pela bateria Pegada da Coruja

A escola de samba Estrela do Terceiro Milênio realizou na noite de sábado, dia 28, seu primeiro ensaio técnico técnico no sambódromo do Anhembi, após as apresentações da Unidos do Peruche e da Imperador do Ipiranga. A escola do Grajaú foi a campeã do grupo I da UESP em 2016, conquistando o direito de abrir os desfiles do grupo de Acesso neste ano. Para isso, o carnavalesco Eduardo Felix levará para Anhembi o enredo Para bom entendedor um pingo é letra e o símbolo uma palavra!, que conta a história da simbologia através do tempo.

Trazendo um grande número de componentes, a Estrela realizou um excelente ensaio e mostrou que a entidade não vem apenas brigar para se manter no Acesso, mas sim para buscar uma das duas vagas de acensão ao grupo Especial de 2018. O destaque ficou por conta da bateria Pegada da Coruja, de mestre Diego Silva, que mostrou intensidade rítmica, equalização perfeita dos instrumentos e muita ousadia, com diversas paradinhas e bossas que animaram as arquibancadas.

Outro destaque foi o experiente intérprete Vagner Mariano, mais conhecido no mundo do samba como Vaguinho, que cantou brilhantemente o samba de autoria de Ricardo Neto, Maradona, Turko, Rafa do Cavaco e Leandro Flexa, dando sustentação para o canto dos componentes. O cantor fez um avaliação do trabalho da escola, durante entrevista concedida a Sintonia SASP.

“Hoje mostramos no Anhembi a força dessa comunidade maravilhosa do Grajaú! A escola cantou o samba e fizemos um ensaio muito bom. Estou feliz com o desempenho da nossa ala musical, estamos ensaiando intensamente para o carnaval 2017, assim queremos chegar no desfile oficial totalmente harmonizados entre nós e também com a bateria Pegada da Coruja, que vem executando um grande trabalho. Tenha certeza que viremos para buscar o título do grupo de Acesso, claro, respeitando as demais escolas do grupo”, finaliza o cantor.

A evolução da escola foi muito boa, porém é preciso se atentar com alguns pontos, como o espaçamento das fileiras dentro das alas. Algumas vinham mais compactas, enquanto outras tinham um distanciamento maior entre as pessoas. Nos quesitos de dança, a comissão de frente fez uma bela apresentação, assim como o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola, Edilane e Alex, que vieram fantasiados e mostrando entrosamento, leveza e graciosidade nos movimentos.

O próximo ensaio técnico da escola será em 12 de fevereiro no sambódromo do Anhembi. Veja as fotos e vídeos da SASP do ensaio da Terceiro Milênio.

Botequim da SASP