Home > SASP > ESPECIAIS > Colunistas > Yuri Coloneze

Poesia Dí Quinta – De uma mercadoria para outra – Café em braços escravizados!

Olá, pessoal! A "Poesia Di Quinta" segue por aqui exaltando a importância e a profundidade dos enredos 2022 das escolas de samba de São Paulo! E hoje a reverência será para a Acadêmicos do Tatuapé e para o mestre Nei Lopes! O sagrado "Jongo do irmão café" ganhará vida na avenida! Saravá, Saravá!

Leia mais

Poesia Dí Quinta – Quelé!

Olá, leitores da SASP Carnaval! Hoje a "Poesia di Quinta" presta necessária louvação ao enredo 2022 da Mocidade Alegre! Versos populares para a sua, a minha e a nossa Clementina de Jesus! Boa leitura! . Quelé! . (Quelé) Sua história é de rara grandeza Em Valença nasceu a certeza Pelo jongo dos teus ancestrais (Quelé) o teu velho rio se

Leia mais

Poesia Dí Quinta – Iemanjá e Oxum iluminadas por verde tom!

Olá, pessoal! A poesia popular hoje será dedicada ao poder sagrado da água! Bem essencial para a vida e para alimentar mais um desfile da Mancha Verde em 2022! Boa leitura! Salgada e doce, potência e poesia - Iemanjá e Oxum iluminadas por verde tom! . Iluminação para o coração dos navegantes Festas mais populares nutridas na

Leia mais

Poesia Dí Quinta – Oxalá – Sagrada luz branca que espanta a morte!

Olá, pessoal! A poesia popular que compreende o final desse ano tão difícil precisava reverenciar a potência de Oxalá! Uma homenagem ao início do mês de dezembro e ao lindo enredo desenvolvido pela Águia de Ouro! Salve o "Cortejo de Babá" e o Afoxé de Oxalá em meio a esses tempos! Poema inspirado no

Leia mais

Poesia Dí Quinta – Versos populares para celebrar os 50 anos de existência da Rosas de Ouro

Olá amigos da SASP, voltei! "Versos populares para celebrar os cinquenta anos de existência da Sociedade Rosas de Ouro! Obrigado por tudo e por tanto, Roseira! Você definitivamente tem o poder de curar! Boa leitura, Yuri Coloneze 50 pétalas de sua caminhada, Roseira! . Ela é de José, Zelão, Basílio e Cajé Jardim perfumado para o sambista que

Leia mais