Home > Escolas de Samba > Acadêmicos do Tucuruvi > Compositores comentam suas expectativas sobre a final de samba enredo da Tucuruvi

Compositores comentam suas expectativas sobre a final de samba enredo da Tucuruvi

Spread the love

Próximo sábado, dia 22, será realizada a final de samba enredo da Acadêmicos do Tucuruvi para o carnaval de 2018. Com o enredo: “Uma Noite no Museu”, desenvolvido pelo recém-contratado carnavalesco Flávio Campello, a agremiação busca o título inédito do grupo especial.

20 sambas foram enviados para a escola da zona norte, após reuniões internas foram escolhidos três obras para se apresentarem na final. A SASP ouviu um representante de cada concorrente sobre a formação da equipe, construção do samba e expectativa para sábado:

Samba 02 – Acerola de Angola, Marcio Campos SP, Marcos Thiago, Carlos Castro, Cacá Camargo, Bruno Pelé, Rapha Maslionis, Luiz Henrique Jacaré, Rafael Mão e Pedro Camargo

Acerola de Angola: “Na verdade já éramos amigos de bateria, alguns já desfilaram comigo e tinham a ideia de entrar na eliminatória da Tucuruvi, aí só ligamos os pontos e fomos pra cima. Nosso processo de criação foi muito bom pois a sinopse era muito gostosa e tranquila de ser explorada, aí foi só armar aquela reunião informal pra Deus nos abençoar com essa bela obra. A nossa expectativa é a melhor possível, estamos fortes e confiantes mas temos a plena consciência que a escola vai escolher o melhor para o desenvolvimento do carnaval 2018”.

Samba 10 – Araken, Armenio Poesia, Lamarck, Léo do Cavaco, Renne Campos, Paulo Senna, Alemão do Pandeiro e Xandinho Nocera

Xandinho Nocera: “Nossa parceria surgiu de uma união entre 2 parcerias que já faziam samba para a Tucuruvi e também pra outras agremiações, uma que envolvia eu e o Armênio Poesia. Juntamos com a parceria do Léo do Cavaco, Renne Campos, Alemão do pandeiro e Paulo Senna, e com isso veio nosso amigo Lamarck. O samba foi criado em 3 encontros, o ótimo tema e a fantástica sinopse que colaborou com a criação da obra. Nossa expectativa é grande em relação a final e buscarmos esta grande honra, que é tornar nossa obra, o hino oficial da nossa Tucuruvi. Agradecemos a diretoria pela confiança em nossa obra para compor esta grande final, após 20 obras inscritas,ficando apenas 3 e desejamos que seja feita a melhor escolha pela escola! Grande abraço a todos do Sasp”.

Samba 18 – Turko, Maradona, Rafa do Cavaco, Diego Nicolau, Dr.Eduardo, Gustavinho Oliveira e Tinga

Turko: “Surgiu convites de amigos da escola e também o desejo de voltar pra escola onde ficamos de 2002 até 2009, voltamos depois de 8 anos. É uma escola que tenho muito carinho e respeito, onde também conquistamos alguns títulos, ganhamos em: 2002, 2004, 2005, 2006 e 2007. Conversando com os parceiros, e lendo a sinopse achamos interessantes, então veio a notícia que seria feito somente uma apresenta de palco, assim decidimos fazer o samba. Pensamos numa melodia que fosse ao mesmo tempo alegre, divertida e emotiva, um samba pra cima, para alegrar a comunidade da Cantareira e também fazer bonito na avenida, essa foi a nossa intenção! Desde já agradeço a toda diretoria e toda a comunidade do Zaca! Desejo boa sorte para todos finalistas e sorte especialmente para nos do SAMBA 18 é claro. Uma noite no museu, você é eu”.

O evento contará com a presença da coirmã Unidos de Vila Maria, que será realizado na própria sede da agremiação, que fica localizada na Avenida Mazzei, 722 – Tucuruvi, Zona Norte de São Paulo.

Botequim da SASP