Home > Carnavais > Carnaval 2018 > Grazzi Brasil é anunciada intérprete oficial da Vai-Vai, ao lado de Wantuir

Grazzi Brasil é anunciada intérprete oficial da Vai-Vai, ao lado de Wantuir

Spread the love

Um dos maiores sucessos na últimas duas temporadas de eliminatórias de samba-enredo em São Paulo e no Rio de Janeiro, a cantora Grazzi Brasil recebeu um convite da diretoria da Vai-Vai para assumir o posto de intérprete oficial da entidade, dividindo o posto com o experiente Wantuir Oliveira.

A cantora, que inclusive participou da gravação da faixa da entidade para o CD do carnaval 2018, realizada neste último domingo, na Fábrica do Samba, falou sobre essa novo desafio em sua carreira. “É uma grande honra ter sido convidada pela diretoria da Vai-Vai e ainda mais um samba lindo, que homenageará meu grande ídolo, Gilberto Gil. É muito emocionante saber que serei a primeira mulher a cantar como intérprete oficial na escola mais tradicional do carnaval de São Paulo e ainda ao lado do grande Wantuir, que é uma pessoa sensacional e está me apoiando muito. Estou muito, muito, muito feliz com essa oportunidade, agradeço todo mundo que acreditou no meu trabalho, agora vamos em busca de mais uma estrela”, explicou a Grazzi, em entrevista exclusiva para a SASP.

A história de Grazzi no carnaval começou em 2015, quando passou a integrar o time de puxadores de diversos sambas concorrentes. Porém foi no ano passado, que ela passou a ser reconhecida por seu trabalho no carnaval, principalmente por conta de defender o samba vencedor da disputa da Vai-Vai para o carnaval 2017. Após a vitória, ela foi convidada para integrar o time de canto da entidade e ainda gravou o samba da Saracura no CD oficial desse último carnaval, dividindo a faixa com Wander Pires. Já neste ano, o sucesso ultrapassou as fronteiras do carnaval paulistano e a cantora foi chamada para defender diversos sambas nas disputas do Rio de Janeiro. O sucesso foi tão grande, que a escola de samba Paraíso do Tuiuti, do grupo Especial, a contratou para integrar o carro de som comandado por Nino do Milênio.

O sucesso de Grazzi Brasil não é apenas no carnaval, sua carreira  na música começou ainda na sua juventude, quando com a apenas 13 anos já era cantora de uma banda de samba-rock. Após alguns anos, o samba entrou definitivamente em sua vida e ela diz que desde então, é dessa fonte que ela tira seu sustento, o sustento de sua família e que fez com que grandes oportunidades surgissem em sua carreira, como a de ser uma das cantoras principais do musical Cartola – O Mundo é Moinho, que voltará a entrar em cartaz em março de 2018, em São Paulo.

Com o enredo Sambar com fé eu vou, que homenageará o cantor e compositor Gilberto Gil, a Vai-Vai será a quarta escola a desfilar no sábado de carnaval, no Sambódromo do Anhembi.

Mulheres Intérpretes

A efetivação de Grazzi traz de volta a figura da mulher como intérprete oficial de uma escola de samba. A última vez que vimos isso no grupo Especial foi em 2003, quando Eliana de Lima foi a responsável por cantar o samba da Unidos do Peruche. Além da própria Eliana, que fez grande sucesso na Leandro de Itaquera e Cabeções da Vila Prudente, outras mulheres já tiveram essa responsabilidade no carnaval paulistano.

Nos anos de 2001 e 2002, a Unidos de São Lucas e a Morro da Casa Verde tinham cantoras como voz principal de seu carro de som, Vânia Cordeiro e Claudia França, respectivamente. Tivemos outros nomes como Bernardete, Rose, Terena, Ivonete e muitas outras que deixaram um importante legado no samba paulistano.

Botequim da SASP