Home > Carnavais > Carnaval 2020 > Incêndio na Fábrica do Samba II destrói barracão da Independente

Incêndio na Fábrica do Samba II destrói barracão da Independente

Spread the love

O samba de São Paulo viveu um drama na tarde desta segunda-feira, dia 14, com um grande incêndio que atingiu dois barracões da Fábrica do Samba II, na zona norte da capital. O espaço abriga os barracões de escolas dos grupos Especial, Acesso e Acesso 2.

As labaredas tiveram início no barracão da Independente Tricolor, escola que foi a mais atingida com incêndio que se alastrou rapidamente por todo espaço e também atingiu o galpão em que a Leandro de Itaquera está instalada.

O combate ao incêndio começou logo em seu início e foi feito, primeiramente, pelos trabalhadores dos diversos barracões do complexo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e rapidamente chegou ao local, com 18 viaturas, porém o excesso de material altamente inflamável e o dia seco na capital paulista contribuíram para que as chamas se espalhassem rapidamente.

O barracão da Independente foi completamente destruído, havendo inclusive o desabamento de parte da estrutura de seu telhado. Já na Leandro de Itaquera, o estrago só não foi maior pois a força-tarefa dos trabalhadores da Fábrica conseguiu retirar as alegorias da entidade do barracão, evitando que o fogo atingisse outros barracões. É importante ressaltar que apesar da gravidade do ocorrido, que não houve feridos.

As entidades ainda não informaram o que foi realmente perdido nesse trágico incêndio. Já a Liga Carnaval SP, informou que dará todo suporte para as agremiações atingidas pelo fogo.

O trabalho de rescaldo dos bombeiros avançou noite a dentro na Fábrica do Samba II. Por volta das 20h, o local estava repleto de trabalhadores, veículos de imprensa, dirigentes e membros da comunidade da Independente, que estavam completamente consternados com o ocorrido.

COIRMÃS SE SOLIDARIZAM

Logo após as primeiras informações do incêndio, as escolas de samba de São Paulo começaram a postar em suas redes sociais mensagens de solidariedade para as coirmãs atingidas pelo fogo.

Botequim da SASP