Home > Carnavais > Carnaval 2020 > Leandro de Itaquera levanta a torcida em desfile sobre a cultura africana

Leandro de Itaquera levanta a torcida em desfile sobre a cultura africana

Spread the love

A Leandro de Itaquera trouxe a força das savanas africanas até o Anhembi na noite de domingo (24). Quarta escola a entrar na pista pelo grupo de Acesso, a escola depositou suas pretensões de voltar para o grupo Especial em um enrendo afro, que exaltou a cultura africana e sua conexão com a região da zona leste de São Paulo.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE

ASSISTA A LARGADA DO DESFILE

Com uma comissão de frente caracterizada de rei da selva, o Leão Guerreiro dispôs a riqueza da fauna da África em alas coloridas e bem montadas. As alegorias mostraram uma interessante construção do enredo proposto pelo carnavalesco Amarildo de Mello.

Na evolução, a agremiação demonstrou um bom andamento e passou pela avenida sem problemas, cravando 59 minutos no cronômetro. O destaque da passagem da Leandro ficou para a harmonia, com a comunidade soltando a voz em uníssono com a bateria de Mestre Pelé. A animação, que veio também das arquibancadas, deu o tom do desfile.

No comando da ala musical, o intérprete Juninho Branco teve papel importante em levantar o público presente, aplicando sua voz em consonância com a tradição do pavilhão itaquerense. Em entrevista exclusiva à SASP na dispersão, o cantor avaliou a conclusão do trabalho no sambódromo.

“Todas as expectativas que eu tinha para esse desfile se realizaram. Tentei dar o meu máximo por esse samba e acredito que conseguimos entregar um bom trabalho, o que é importante nesse ano em que o Acesso está tão forte. Deu para sentir que a galera na arquibancada estava empolgada e essa energia é essencial. Quando o povo vem junto, o reflexo na pista é nítido e as coisas acontecem da forma certa”, refletiu Juninho.

Botequim da SASP