Home > Escolas de Samba > Barroca Zona Sul > Luiz Guilherme, da direção de harmonia do Barroca, fala sobre os desafios do cargo

Luiz Guilherme, da direção de harmonia do Barroca, fala sobre os desafios do cargo

Spread the love

Quem não tem o convívio tão intenso com o carnaval deve pensar o que acontece com as escolas de samba após o desfile. Os trabalhos não param e para falar sobre a rotina intensa de atividades entre um carnaval e outro, principalmente da equipe de Harmonia, a equipe da SASP conversou com Luiz Guilherme, um dos diretores de Harmonia da Barroca Zona Sul, ao lado de Angélica Barbosa, Fábio Coelho, João Neguinho e Ivan Bate-Cabeça.
Mas você sabe o que faz um Diretor de Harmonia?
Para fazer um bom carnaval é preciso trabalhar muito durante todo o ano. De acordo com Luis, as preocupações de alguém que ocupa este cargo começam muito antes do ecoar da sirene do Anhembi. “O Departamento de Harmonia tem uma preocupação como um todo com o carnaval, desde a escolha do enredo ao final do desfile”, revela.

Luiz ainda ressalta que a escola busca estar sempre atenta para não repetir os erros. “Precisamos sempre observar os carnavais passados e nos atualizar quanto ao regulamento”.
O Diretor de Harmonia tem a missão de coordenar a evolução de uma escola no desfile, impedindo amontoamentos ou espaçamentos ao longo da pista do Anhembi. E sempre de olho no cronômetro. Tem sido cada vez mais comum a opção das escolas por comissões de harmonias e Luis acredita que, assim como definido pela Barroca, essa pode ser uma boa alternativa.“Acredito que acontece isso, para dividir melhor as funções e tarefas do departamento, assim podendo ter mais êxitos no trabalho e cometer menos falhas”, pontuou.
Referência é sempre importante na carreira e Luis tem as dele. E não são simples nomes. Figuras históricas como Mercadoria, Zulu, Miranda Penteado, dentre outros. “Tenho todos como exemplo, mas hoje como o carnaval está muito técnico, tenho uma admiração muito grande pela Érica, da Mocidade Alegre, que realiza um excelente trabalho”.
Com o enredo Okê Arô, a Barroca Zona Sul será a terceira escola a desfilar no domingo de carnaval, no Sambódromo do Anhembi, no Grupo de Acesso.

Botequim da SASP