Home > Carnavais > Carnaval 2018 > Módulo musical se destaca em primeiro ensaio técnico do Império de Casa Verde

Módulo musical se destaca em primeiro ensaio técnico do Império de Casa Verde

Spread the love

Trazendo a história do povo, a Império de Casa Verde entrou na Avenida com uma queima calorosa de fogos. O intérprete oficial da agremiação, Carlos Junior, junto com a bateria Barcelona do Samba, formaram uma ótima parceria e se destacaram no primeiro ensaio técnico para o carnaval de 2018.

Liderando o primeiro setor, a comissão de frente realizou uma boa passagem pelo Anhembi. A coreografia é baseada na obra Lès Miserables, de Victor Hugo, contada de uma forma carnavalizada. Logo após o ensaio, a equipe de reportagem da SASP conversou com o coreógrafo André Almeida: “O nosso primeiro ensaio é mais específico pra eu analisar algumas coisas. Além da coreografia, eu preciso acertar alguns movimentos, melhorar a técnica. Nós vamos trazer uma estrutura junto com a comissão, que não esteve presente hoje. São vários pequenos detalhes que temos que acertar e com certeza no nosso próximo ensaio já vai estar melhor”, comentou André.

VEJA AS FOTOS DO ENSAIO

Em seguida, o casal de mestre sala e porta-bandeira, Rodrigo Antônio e Jéssica Gioz, realizava a sua dança. O sorriso no rosto foi facilmente notado e, com um bailado diferente, o casal evoluiu de maneira segura. A presença do minueto foi muito vista e sobre isso eles afirmam: “O minueto se tornou uma característica nossa porque o nosso carnavalesco pediu. É um passo que tem tudo a ver com o enredo, de resgatar essa coisa antiga. Estamos seguindo à risca”. Sobre a fantasia, a dupla manteve segredo e só revelou um pequeno detalhe: “Nós vamos representar o povo”.

Um destaque para a entidade azul e branca foi a presença das alas coreografadas. Vários setores com diferentes passos de evolução e representatividade. As coreografias são facilmente entendidas com a proposta do enredo.

A parte musical encerrou o treino desse sábado de ótima forma. A bateria do Mestre Zoinho foi a melhor da noite. Caixas limpas e firmes, marcações afinadas e tamborins entrosados enriqueceram a noite de chuva.

A Império de Casa Verde será a segunda escola a desfilar no sábado de carnaval, no Sambódromo do Anhembi. O Tigre Guerreiro ainda irá realizar mais dois ensaios no Polo Cultural até o desfile, nos dias 18 de janeiro (às 21h00) e 28 de janeiro (às 21h45).

Ensaios continuam na semana que vem

Na próxima semana, 15 agremiações pisam no Sambódromo do Anhembi para realizar seus ensaios técnicos, com cobertura completa da SASP. Duas agremiações do Especial ensaiam na sexta-feira, dia 12, e mais oito escolas fazem seus ensaios no sábado, dia 13, sendo uma do Acesso 2, três do Acesso e quatro do Especial. No domingo, dia 14, mais cinco escolas ensaiam – sendo duas do Acesso 2, duas do Acesso e uma do Grupo Especial. Veja abaixo:

Sexta-feira, 12 de janeiro
21h00 – Mocidade Alegre (Grupo Especial)
22h15 – Mancha Verde (Grupo Especial)

Sábado, 13 de janeiro
17h00 – Tradição Albertinense (Grupo de Acesso 2)
18h00 – Imperador do Ipiranga (Grupo de Acesso)
19h15 – Colorado do Brás (Grupo de Acesso)
20h30 – Nenê de Vila Matilde (Grupo de Acesso)
21h45 – Unidos de Vila Maria (Grupo Especial)
23h00 – Rosas de Ouro (Grupo Especial)
00h15 – Gaviões da Fiel (Grupo Especial)
01h30 – Vai-Vai (Grupo Especial)

Domingo, 14 de janeiro
17h00 – Morro da Casa Verde (Grupo de Acesso 2)
18h00 – Unidos de Santa Bárbara (Grupo de Acesso 2)
19h00 – Dragões da Real (Grupo Especial)
20h15 – Pérola Negra (Grupo de Acesso)
21h30 – Barroca Zona Sul (Grupo de Acesso)

Botequim da SASP