Home > Escolas de Samba > Águia de Ouro > “Nunca vi algo tão desrespeitoso”, diz Fernandinho SP, sobre polêmica com o samba do Águia

“Nunca vi algo tão desrespeitoso”, diz Fernandinho SP, sobre polêmica com o samba do Águia

Spread the love

No último dia 15, a Águia de Ouro apresentou oficialmente o seu samba-enredo para o carnaval 2017, ano que levará para o Anhembi o enredo Amor com amor se paga! Uma história animal, que irá abordar a relação entre o homem e animais de estimação, fechando a primeira noite dos desfiles do grupo Especial, no dia 24 de fevereiro.

Quando o tema foi anunciado, muitas pessoas elogiaram a iniciativa da escola da Pompeia de trazer o mundo Pet para dentro do universo carnavalesco. Porém na semana que antecedeu o lançamento do samba, uma polêmica tomou conta das redes sociais, tudo isso por conta de um áudio da obra que vazou e foi compartilhado entre os sambistas, gerando diversas críticas à escola e também aos seus compositores, que até o momento, ainda eram desconhecidos. Isso gerou um desconforto para os componentes e torcedores da Águia de Ouro.

Para falar sobre o processo de criação da obra, a reportagem da SASP entrevistou o intérprete Fernandinho SP, que além de cantor da escola, é um dos autores da obra ao lado de Douglinhas, Juca, Pelezinho, Ivanzinho e Cuca, que começou o bate-papo explicando como seu deu a confecção da obra. “É um processo totalmente diferente do que acontece em outras escolas, porque o samba é feito por compositores da própria entidade e não tem concurso, sendo assim, elaborado juntamente com a supervisão do carnavalesco e do presidente , além de ser conferido pela comunidade. Aqui todos participam de alguma forma visando o melhor para o Águia”.

A polêmica envolvendo o samba gerou grande repercussão no universo carnavalesco e Fernandinho falou sobre sua indignação por tudo que viu e ouvir na última semana nas redes sociais. “Eu acho que de toda minha história no carnaval, que vem desde 1984, nunca vi algo tão desrespeitoso com uma instituição e com um grupo de compositores. Na minha vida de sambista aprendi com velhos bambas que sambista respeita sambista. Todo mundo tem o direito de gostar ou não de algo, mas passar criticar e tentar desmoralizar um samba que nem estava definido é totalmente antiético. O problema é que a internet permite isso, dando a oportunidade de alguns, que não tem sequer a hombridade de se identificar, de falar o que querem. O nosso samba foi construído dentro do que nossa escola precisa e para agradar nossa comunidade, só isso e nada mais!”, exclamou.

O intérprete fará sua estreia na Águia de Ouro no próximo carnaval, dividindo com Douglinhas o trabalho de conduzir a comunidade da Pompeia na avenida. Ele explicou  que os sambistas podem esperar um desfile cheio de surpresas e belezas, tudo baseado no enredo que falará do verdadeiro amigo e de um amor inexplicável. Além disso, contou sobre o seu momento na escolha.

“Estou vivendo um momento ímpar na minha vida e devo isso ao amigos Douglas Aguiar, que em um momento inesperado, me convidou para estar com ele nessa escola diferenciada que é a Águia de Ouro e serei grato por todos os dias que me restarem nessa vida. O prazer é a oportunidade de trabalhar ao lado de profissionais como mestre Juca, mestre Mi, Douglinhas, Pelezinho e Ivanzinho, entre outros, não é pra qualquer um e sim pra quem sempre esperou em Deus. Agradeço a todos dessa família, principalmente ao presidente Sidinei, por poder fazer parte de tudo isso”, finalizou.

Confira abaixo o vídeo gravado pela TV SASP durante o lançamento do samba-enredo da entidade.

IFrame

Botequim da SASP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *