Home > Carnavais > O segredo de André Marins para deixar a Tom ainda Maior

O segredo de André Marins para deixar a Tom ainda Maior

Spread the love

Desde 2017 quando retornou ao grupo especial e permaneceu, homenageando a cantora Elba Ramalho, a Tom Maior mostrou que tinha potencial para galgar posições melhores. No último carnaval escola do Sumaré elaborou um enredo que permeava as Imperatrizes do Brasil e consequentemente homenageava a octacampeã do carnaval carioca, Imperatriz Leopoldinense. Foi um momento mágico no Anhembi para o torcedor da Leopoldina, da Tom e principalmente do amante do carnaval. André Marins, o carnavalesco,  teve o cuidado e sensibilidade de reviver os tempos áureos da verde e branco na Sapucaí em pleno Anhembi.

A posição do desfile proporcionou a Tom desfilar com duas variáveis: A real iluminação da passarela, cujo as outras seis escolas anteriores também utilizaram. E a do amanhecer, trunfo que se for bem aproveitado, leva aos espectadores imagens que marcam a memória. Como foi com a agremiação. E para 2019, quiseram os deuses do carnaval que a Tom Maior tivesse novamente a oportunidade de finalizar a primeira noite de apresentações.

Em um bate-papo exclusivo com a equipe da SASP, o carnavalesco comentou a respeito da coincidência. “Torci muito para que isso acontecesse, gostei muito da posição. Graças a Deus fomos agraciados. Vamos fazer o mesmo espetáculo, da mesma forma, no mesmo horário, com o mesmo estilo de desfile”

Com passagem por Vai-Vai, Águia de Ouro e alguns trabalhos assinados no Rio na União da Ilha e Santa Cruz, André garante que é função do carnavalesco projetar o carnaval para a comunidade e não para si mesmo.

“Depois que entregamos o carnaval para comunidade não é mais a nossa cara, e sim da escola. Não tenho uma identidade própria, criamos de acordo e vai acontecendo. O carnaval não pode ser engessado, precisa se modelar. Nada que foi feito no último desfile aconteceu sozinho. Tudo foi realizado junto da comunidade e diretoria. É um prazer hoje ter essa visibilidade, mas isso não é mérito só meu. É de todos. A emoção do nosso desfile estava no público e queremos que 2019 seja da mesma forma”, finalizou.

Quarta colocada no carnaval 2018, a Tom Maior levará para o Anhembi em 2019 o enredo Penso… logo existo – As interrogações do nosso imaginário em busca do inimaginável, buscando o primeiro título de sua história.

Botequim da SASP