Home > Carnavais > Quesito a quesito 2020: saiba como será o julgamento de harmonia

Quesito a quesito 2020: saiba como será o julgamento de harmonia

Spread the love

Por Antonio Júnior
Foto: Igor Cantanhede

Em mais uma reportagem da série Quesito a Quesito 2020, a equipe da SASP preparou um conteúdo especial sobre mais um dos quesitos avaliados pelos jurados: a harmonia. Lembrando que o manual é aplicado na avaliação dos desfiles dos grupos Especial, Acesso 1 e Acesso 2.

Como o quesito é formado?

No quesito harmonia, é avaliado o canto dos componentes de uma agremiação. De acordo com o manual do julgador, há, porém, alas especiais que não são analisadas a partir dos pontos de avaliação técnica e, portanto, não contam para a nota da agremiação. São elas: comissão de frente, casais de mestre-sala e porta-bandeira (e seus guardiões e apresentadores), bateria (inclusive pandeiristas e integrantes da corte da bateria), membros da diretoria da escola, diretores e apoios de harmonia, alegoria, disciplina/evolução, coordenadores e chefes de alas, velha guarda, crianças, baianas, pessoas com necessidades especiais e seus respectivos acompanhantes, componentes de alegoria, destaques de chão e ala de convidados.

Quais são os pontos de avaliação?

No quesito, dois pontos são avaliados: clareza e entrosamento. E ambos são bem simples de serem analisados. Em entrosamento, a avaliação é da relação entre o canto dos componentes e o ritmo da bateria. Já em clareza, é a audição do canto de cada uma das escolas, em todos os trechos do samba, de forma clara – ou seja, que o jurado entenda facilmente o canto dos componentes.

Caso haja desconto na avaliação, como será feito?

Os jurados devem avaliar todas as alas (exceção às alas especiais) e, a partir daí, descontar os décimos a partir do número de alas que estejam infringindo os pontos de avaliação de clareza e/ou entrosamento.

1 ou 2 alas (perde 0,1)
3 ou 4 alas (0,2)
5 ou 6 alas (0,3)
7 ou 8 alas (0,4)
9 ou 10 alas (0,5)
11 ou 12 alas (0,6)
13 ou 14 alas (0,7)
15 ou 16 alas (0,8)
17 ou 18 alas (0,9)
19 ou mais alas (1,0)

Lembrando que…

O julgador não pode levar em consideração o som mecânico do carro de som, nem das caixas de som da avenida, somente do canto dos componentes em integração ao ritmo da bateria. E importante: canto forte não é base para o julgamento, sendo apenas a clareza e o entendimento do que é cantado, levados em consideração. Os jurados de harmonia estarão distribuídos nas torres 2, 5, 6 e 9.

Confira outras matérias da série Quesito a quesito que já foram publicadas:

Bateria
Samba-enredo
Enredo
Comissão de frente

Botequim da SASP