Home > Escolas de Samba > Acadêmicos do Tatuapé > Tatuapé inova e a Escola passa a ter 5 presidentes

Tatuapé inova e a Escola passa a ter 5 presidentes

Spread the love

Em uma ação inovadora, a Acadêmicos do Tatuapé será a primeira escola de samba do Brasil a ser administrada por 5 presidentes, para o período 2021-2025. O objetivo desta ação é formalizar o que na prática sempre foi exercido pela Diretoria Executiva da Escola, consolidando assim, uma gestão moderna que propõe que os cargos e setores da escola não sejam estanques.

De maneira geral, espera-se que os colaboradores possam, permanentemente, trocar informações e se ajudarem no desempenho de suas atividades. Nesta nova forma de presidir a preocupação será elaborar planos de ação para dividir as responsabilidades entre os setores e, assim, atingir os resultados esperados. Dessa forma, a escola acredita que amenizará os riscos e manter os colaboradores atentos aos processos de confecção do carnaval.

Com isso, o ato de copresidir, segundo a agremiação, proporciona uma maior interação com a equipe de trabalho, exigindo um esforço coletivo no alcance das metas. Outro grande benefício da copresidência é o aumento da produtividade e da eficiência de trabalho, pois acredita-se que cada um de dos presidentes será corresponsável na execução das tarefas e ficará mais disposto para alcançar bons resultados.

Eduardo Santos que nas últimas 2 gestões assumiu a função de único presidente da Escola, agora passa a co-presidir juntamente com sua antiga Diretoria Executiva, ao lado de Erivelto Coelho, Higor Silva, Toninho e Edu Sambista.

Botequim da SASP